De terno e gravata, traficante se passa por pastor, mas é preso com maconha
06/04/2018 14:42 em Policia

Um morador de Americana (SP) foi preso ontem (6) com 300 quilos de maconha e sete quilos de haxixe na BR-463, em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande.

Carlos Henrique Parpineli estava usando terno e gravata e para tentar enganar os policiais afirmou ser pastor evangélico e que fazia pregações na fronteira. Entretanto, tratava-se apenas de um disfarce, segundo policiais rodoviários federais que fizeram a abordagem.

A apreensão ocorreu por volta de 6h30, no Posto Capey. Carlos Henrique viajava em um Voyage com placa NSB-7552, de Campo Grande. Mesmo com a história contada pelo motorista, os policiais decidiram fazer uma vistoria no carro e encontraram os tabletes de maconha e pacotes de haxixe no porta-malas.

O Voyage usado por Carlos usava placa falsa de Mato Grosso do SUl, mas até não há registro de roubo ou furto. A placa verdadeira era FSI-8432, de Arujá (SP). O homem disse que pegou o carro já carregado com a droga no terminal rodoviário de Ponta Porã e ganharia R$ 10 mil para levar o carregamento até Americana.

Campograndenews

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!